13 fevereiro 2016

Caninos Brancos | Jack London






"O deus sentou-se a pouca distância, e Caninos Brancos não viu perigo algum nisso. Quando os deuses castigavam, faziam-no de pé. De resto esse deus não trazia qualquer pau ou arma de fogo. Demais, ele estava solto; nenhuma corrente nem vara o prendia: poderia pôr-se a salvo [...]."






AUTORJack London foi o pseudônimo usado por John Griffith Chaney (1876-1916) que foi autor, jornalista e ativista social norte-americano e um dos primeiros romancistas a obter celebridade mundial, além de uma grande fortuna. Suas obras mais conhecidas são O Chamado Selvagem (1903)O lobo do mar (1904) e Caninos Brancos (1910).

DO QUE SE TRATA: O livro conta a história de um lobo desde o seu nascimento e mostra toda a sua jornada até se tornar um cão doméstico. Todas as mudanças comportamentais sofridas pelo animal nesse novo ambiente são discutidas de maneira brilhante através da visão do próprio lobo. O pano de fundo é a corrida do ouro que aconteceu no Alasca no final do século XIX, da qual London participou.

OPINIÃO: Simplesmente fantástico! Meu lado bióloga (como costumo dizer) ficou maravilhado com a forma como o mundo é descrito pelos olhos de Caninos Brancos. Desde o seu nascimento e como ele acha que a toca é todo o mundo que existe; e como ele vê o pai entrando e saindo da parede de luz (entrada da toca) e acha que o pai possui poderes especiais por fazer isto. A primeira vez em que ele sai dessa toca e como percebe o mundo selvagem; até que ele é capturado e tem de aprender tudo novamente. A mudança de ambiente e a submissão dele ao homem. Coisas que para nós parecem tão banais tem um significado totalmente diferente para ele e London consegue nos transmitir isso de maneira brilhante, como se realmente entendesse o que passa na cabeça do animal. Além de tudo isso, a história em si é muito bonita, é uma história de superação, o que torna o livro fortemente recomendado para qualquer um que tenha um animalzinho em casa.

AVALIAÇÃO:

ONDE COMPRARSubmarinoAmericanas


Gostou? Compartilhe com os amigos. Discorda? Então deixe sua opinião aqui nos comentários! ;)

4 comentários:

  1. Caramba, achei a ideia super legal! De verdade mesmo. Não sou bióloga, mas achei muito interessante ler as coisas na visão de um lobo.
    Não curto muito as impressões da penguin companhia, então quando chegar de viagem darei uma olhada se acho alguma edição mais legal.
    Obrigada pela dica, abraços! :)

    http://magoevidro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tisa
      Que bom que tu tem gostado das dicas.
      Esse eu recomendo com força! Hahaha
      Depois que ler me conta o que achou ;)
      Abraços

      Excluir
  2. Achei que tinhas odiado meu livro da infância!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah claro, no início é só tragédia. Mas no final é bom. O final dá um significado para tudo que aconteceu ao longo da história.

      Excluir