20 abril 2016

O Olho do Mundo | Robert Jordan









"Há de ser o que a Roda tecer."











A Roda do Tempo #1

AUTOR: James Oliver Rigney Jr. (1948-2007) foi um escritor americano conhecido pelo pseudônimo de Robert Jordan. Sua série de livros A Roda do Tempo (1990) é considerada a mais elaborada obra de literatura fantástica desde os livros de J. R. R. Tolkien. Escreveu também alguns originais da série Conan, o Bárbaro. Mas não parou por aí, escreveu livros de suspense, ficção histórica, western e outros gêneros, cada um deles sob um pseudônimo diferente.

DO QUE SE TRATA: Um grupo de jovens camponeses (de nobres corações, hahaha) deixa sua cidade que se encontra sob ataque. Eles partem com uma feiticeira, em plena perseguição, para uma jornada através do continente e (como se ninguém fosse adivinhar) se tornam super importantes para o destino do mundo. (Qualquer semelhança com O Senhor dos Anéis não é mera coincidência! Robert Jordan era um grande fã de Tolkien e, além de se inspirar na obra, quis tornar o mundo de A Roda do Tempo o mais familiar possível para os leitores.)

OPINIÃO: Achei o início do livro meio arrastado, mas uma história dessa proporção não podia ser diferente. Não demorou muito para o ritmo acelerar, eu entrei no clima e comecei a gostar cada vez mais da leitura. Os personagens me cativaram de tal forma que foi dificílimo escolher um preferido. Não vou mentir, a história é o mais clichezão possível e com referências tão fortes à obra de Tolkien que as vezes eu pensei que estava no Condado, digo, Campo de Emond. Ou que estava diante de Sauron, quer dizer, do Tenebroso. Duas semanas depois do término do livro eu já estava com saudade dos personagens, me sentindo órfã! Só de pensar que há mais 13 livros desse universo maravilhoso já dou pulinhos de alegria! \o/ Mesmo sendo uma fantasia clássica cheia de clichês era exatamente o tipo de história que eu queria ler naquele momento. Olha, essa série promete. Até porque para preencher 14 livros tem que ser uma baita de uma história. E digo que ela é!


AVALIAÇÃO:

SÉRIE: A Roda do Tempo foi publicada de 1990-2013, inicialmente escrita por Robert Jordan e, após a sua morte, assumida por Brandon Sanderson, responsável pelos dois últimos volumes. A série é composta por 14 livros e 4 destes já foram publicados no Brasil: O Olho do Mundo (2013), A Grande Caçada (2014), O Dragão Renascido (2014) e A Ascensão da Sombra (2015).

ONDE COMPRARSubmarinoAmericanas

Gostou? Compartilhe com os amigos. Discorda? Então deixe sua opinião aqui nos comentários! ;) 

4 comentários:

  1. Os livros são meio arrastadinhos mesmo, eu acho que eles deveriam ter umas 100-200 páginas a menos que seria o ideal, mas vale a pena ir seguindo adiante. Em breve lerei o 4º!

    http://desbravandolivros.blogspot.ie/2014/12/resenha-o-olho-do-mundo-robert-jordan.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vagner
      As vezes eu acho que ser arrastado é um critério para grandes histórias. Hahaha (vide O Senhor dos Anéis que foi uma leitura super cansativa para mim). E imagino que seja meio difícil escapar disso quando nenhum dos livros tem menos de 500 pgs.
      Mas apesar disso estou cheia de esperanças para a série. Espero que até eu terminar de ler os lançamentos aqui do BR eu já esteja "apta" para ler as continuações em inglês. \o/
      Não curto dar pausas muito longas em séries e quando isso acontece acabo iniciando tudo de novo XD (só um pouco de toc). Hahaha
      Abraços

      Excluir
  2. Olá!
    Adorei o seu estilo de resenha :)
    Eu até tinha curiosidade em ler essa série, mesmo a imensa quantidade de livros me desanimando, mas agora que você disse q as semalhanças com O Senhor dos Aneis são imensas vou desistir. Vou ficar o tempo todo comparando um com o outro e não vai dar certo rs
    Bjs
    EntreLinhas Fantásticas - MEGA SORTEIO DE ANIVERSÁRIO! LANÇAMENTO STEPHEN KING + TIMOTHY ZAHN E RENATA VENTURA AUTOGRAFADOS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Thalita e obrigada!! ^^

      Mas se a quantidade de livros não te desanimou, eu diria para tu tentar mesmo assim. Ainda não li o segundo volume, mas todo mundo diz que a partir daí a história segue seu próprio caminho.
      Sei que o autor quis fazer uma história parecida justamente pra ajudar na ambientação dos leitores, mas não acho que isso deva ser um motivo que te impeça de aproveitar o que parece ser uma baita série.

      Quando eu ler o próximo volume e confirmar que a história muda de caminho, eu volto pra ti convencer. Hehehe

      Beijos

      Excluir