11 junho 2016

Campanha | #EspalheFantasia


E aí galerinha! Bora conferir essas 5 séries especialmente selecionadas para fazerem parte desse post? Vem conhecer essa campanha que está se espalhando pela internet mais do que gripe no inverno :D


Uma campanha maravilinda que surgiu lá no grupo do facebook Livros de Fantasia e Aventura, onde uma galera que ama esse gênero literário resolveu se juntar e espalhar essas pequenas porções de felicidade pela internet, seja em blogs, vlogs, facebook. Qualquer mídia vale! E se quiserem participar também, sintam-se mais do que convidados. \o/ É só postar a tua lista e usar a hashtag #EspalheFantasia, fácil assim.
Então não precisa ficar com medo, muito menos ter preconceito, deixa isso de lado e abre teu coração para essas obras maravilhosas! <3 Espia só minha lista:


5º As Brumas de Avalon | Marion Zimmer Bradley
Optei por indicar essa série antes de qualquer outra porque foi a primeira fantasia que li na vida! Além disso, como resistir ao Rei Artur?
Sim, ela pode ser lida por qualquer um, não precisa ser expert em nada para aproveitar uma boa fantasia. E mesmo nesse gênero não é obrigatória a presença de mágica ou qualquer coisa sobrenatural. Muito pelo contrário. Esta série descreve toda a vida de Artur da forma mais real possível (até hoje a lenda não foi comprovada - não é chamada de lenda à toa né?) e através dos olhos das mulheres que participaram efetivamente da vida dele, como a mãe, irmã e a esposa. Então, a galera que evita dragões e feitiços pode entrar nessa série sem medo de ser feliz e ainda aproveitar uma baita história! #partiuTávolaRedonda


4º Fronteiras do Universo | Philip Pullman
Essa segunda indicação já tem uma pegada bem diferente e foi uma das primeiras leituras que explodiu minha mente!
Fronteiras do Universo, como o próprio nome sugere, trata de universos paralelos (um dos meus temas preferidos). Mas o foco dessa história é a forte crítica à religião, que confesso, me passou despercebida em um primeiro momento. Também temos a existência da alma abordada de forma genial pelo Pullman e tudo isso disfarçado de livro juvenil. Então as Fronteiras do Universo estão aí, para serem ultrapassadas e para provar que fantasia não é apenas uma história boba de dragões. Fantasia pode sim trazer uma crítica à qualquer tema e uma boa reflexão ao leitor.



3º A Torre Negra | Stephen King
Já que estamos falando em universos paralelos, como não mencionar A Torre Negra? Ao contrário da anterior, esta série não tem nada de juvenil e mistura o cenário medieval com cowboys e tecnologia. Mas calma, eu sei que parece estranho, só que o mestre do suspense não iria decepcionar né? Nesse clima meio dark, King simplesmente escreveu uma das melhores séries da história. A busca do último pistoleiro pela Torre Negra é contagiante, um grande quebra-cabeças que vai fazendo cada vez mais sentido a medida que se vai lendo. A recomendação que eu sempre deixo para quem vai iniciar essa busca é: não te assusta com o primeiro livro, leia o segundo e nunca mais tu vai abandonar a Torre.
Longos dias e belas noites pistoleiros.



2º A Crônica do Matador do Rei | Patrick Rothfuss
Ok. Essa sugestão vai ser quase unanimidade entre a galera que tá participando da campanha, porque essa série é incrível! É fantasia? Com certeza, mas é poético! E olha que eu nem gosto dessa coisa de poesia. A escrita do Rothfuss é diferente de tudo que eu já li, ao mesmo tempo delicada, sensível e quase palpável. Se a gente juntar isso à um bom enredo, não tem como deixar a série fora dessa lista. Nesses livros conhecemos a história de Kvothe e a maioria dos nomes que ele já recebeu (seis-cordas, o sem-sangue, o arcano, o matador do rei).
É aí que está a poesia! A história toda gira em torno do poder dos nomes e do controle que se pode exercer sobre as coisas através desse conhecimento. Não quero falar muito para não estragar a experiência de ninguém, mas eu nunca ouvi ninguém dizer que não amou o livro.



1º As Crônicas de Dragonlance | Margareth Weis & Tracy Hickman
E por último, mas com certeza o mais importante pra mim, Dragonlance. Essa foi a trilogia que me fez mergulhar de cabeça na fantasia, para nunca mais sair. Fantasia clássica, daquelas que todo mundo lembra quando ouve a palavra. Daquelas com elfos, anões, gnomos e dragões. Com um grupo de aventureiros, tão típicos do RPG, que enquanto a gente está lendo, parece que ouve os dados rolando. Tem coisa melhor do que isso? Claro que a fantasia pode ter inúmeras variações (como prova esta lista), mas não posso negar que sou e sempre serei fã de clássicos. E como tal, me sinto obrigada a compartilhar com vocês essa trilogia que, apesar de um pouco desconhecida, para mim é a melhor fantasia já escrita. De toda a série (com mais de 30 livros), temos aqui no Brasil essa trilogia "principal" e a trilogia dos gêmeos (As Lendas de Dragonlance) que está sendo trazida aos poucos com apenas o primeiro volume lançado até o momento. Mas não se assustem, as trilogias são independentes entre si. Ninguém precisa embarcar nessa missão quase impossível de ler todos os mais de 30 livros. Hehe


Então, aqui eu deixo as minhas 5 sugestões de pequenas felicidades da vida. Espero muito que vocês leiam pelo menos uma delas, porque todas valem muito a pena.
E não esqueçam de conferir a lista dos outros blogs também! Eu tenho certeza que estão cheias de ótimas sugestões! ;)


Vlogs participantes:
Leitura Mania - Nômade Sedentário

32 comentários:

  1. Segunda pessoa que indica Fronteiras do Universo. Talvez seja hora de dar uma segunda chance mesmo.

    Agora, toca aqui o/ na indicação de Dragonlance. A série que me arrebanhou para o lado fantástico da Força.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá vendo? O mundo está conspirando pra você voltar pra Fronteiras do Universo \o/

      - Fernanda

      Excluir
    2. \o toco sim Anderson!! Dragonlance deveria ser obrigatório para fãs de fantasia. Simplesmente divo. Hehe

      Quanto à Fronteiras do Universo, devo concordar com a Fernanda. Volta que vai valer a pena. Eu, inclusive, estou devendo uma releitura para mim mesma. :D

      Excluir
  2. Gente, que post adorável...

    As fronteiras do Universo é uma das melhores fantasias com certeza e o que é Stephen King nessa lista... Muito amor <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ^^

      Fronteiras do Universo foi uma das minhas primeiras fantasias e me lembro de ter amado tudo na série.
      E o mestre King está suprindo muito bem minha necessidade de uma leitura mais adulta. Simplesmente demais! <3 Agora vou confessar, só tinha lido 1 único livro dele (A Zona Morta) antes de iniciar a Torre. Mas mesmo que não tivesse, a série fala por só e mostra que o King é king mesmo. Hehe

      Excluir
  3. Desses aí tenho vergonha de dizer que só li o onipresente A Crônica do Matador do Rei, mas Dragonlance parece ser bem legal, eu pessoalmente gosto dessa pegada RPG com todos os seus clichês inclusos. As Brumas de Avalon sempre falam bem, tb tenho vontade de ler algum dia, até por conta de gostar bastante do ciclo arturiano e todas as abordagens que dão ao lendário rei bretão/romano/celta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fica com vergonha não. Eu acho dificílimo achar leitores de Dragonlance e quando acho um eu solto foguetes de alegria! Hehe Leia sim, ainda mais se tu curto a pegada RPG. A história das Crônicas inclusive foi baseada em uma mesa da qual os autores fizeram parte. É divino! ;)
      Já as Brumas é totalmente diferente e descobri esses dias que é a única série Arturiana que não coloca a Morgana como uma vilã sem escrúpulos. Inclusive já adianto que sou Team Morgana. E morte à Guinevere!! (oh mulherzinha insuportável!)

      Excluir
    2. Certa vez eu me deparei com um volume de Dragonlance em uma banca de jornal, lá estava ele a espera de uma alma bondosa para acolhê-lo, mas dei mole e acabei deixando essa passar, acho que não era o primeiro volume e acabei não comprando, me arrependo até hj.
      Que isso! Merlin claramente melhor e mais carismático, é ele ou então o mago Tim do filme do Monty Python! Haha Olha, se todo mundo fala mal dela pelas costas, grandes chances dela não ser flor que se cheire mesmo, só avisando hein. haha A Guinevere é sempre enjoada em qualquer adaptação que seja né? Estou até com medo do que vai ser da Egwene al’Vere na Roda do Tempo, tomara que não siga por esse caminho aí.

      Excluir
    3. Me lembro até hoje do dia que achei o primeiro volume super por acaso na livraria. Comprei pela capa. E Gzuis! Enlouqueci quando cheguei no final e não tinha final, porque era uma trilogia! Tive um chilique e a partir daí se tornou uma meta da vida encontrar o segundo volume. E só consegui comprar 2 anos depois porque uma amiga minha achou no mercado livre. Acho que é um dos livros mais caros da estante, mas to pouco ligando. O importante é que fui mais do que feliz com eles. Agora moramos juntos \o/
      Quanto as Brumas, sinto te informar, mas Merlin mal aparece... Como temos a visão das mulheres, esse papel é meio que ocupado pela Rainha do Lago e Sacerdotisa de Avalon. E sobre a Morgana, ainda to devendo outras visões da história, eu sei, mas mesmo ela sendo a tal vilã, provavelmente vou entender os motivos dela.
      Já a Egwene, eu acredito nela. Ela não vai ser troxona como Guinevere. Acho que vai se lamentar, mas não vai culpar ninguém por isso. Pelo menos é o que espero...

      Excluir
  4. Eu tinha a impressão de que Brumas de Avalon cairia mais pra ficção histórica do que pra fantasia. Tem algum elemento fantástico na história? Eu já queria ler, mas se tiver magia, aí que vou ler mesmo, hahaha.

    http://bookwormscientist.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sim, mas é uma magia mais insinuada, estilo druídico. Não é uma magia tão aparente e organizada como a gente encontra em livros de fantasia épica.

      Excluir
    2. Pra mim ela sempre foi fantasia, até eu descobrir a ficção histórica e pensar melhor sobre o assunto. Mas como a Ana falou a magia fica meio subentendida. É cheio de rituais pagãos e coisas do tipo. Sem contar que, na minha opinião, só o fato de esconder a ilha inteira de Avalon nas brumas, já é magia o suficiente pra mim ^^

      Excluir
  5. Ótima lista. Faz anos que li Fronteiras do Universo pretendo reler em breve. E As Crônicas de Dragonlance conheci hoje, e já coloquei na minha lista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada :) Fico feliz em saber que a galera tá se interessando por Dragonlance. Passei anos sem ter com quem conversar sobre essa história incrível.
      E Fronteiras do Universo também li já faz um tempo, estou devendo uma releitura também.

      Excluir
  6. Das suas indicações, só não li a série de Stephen King. Adoro As Brumas de Avalon (apesar da decepção e do choque que tive mais tarde ao saber pormenores da vida da autora) e gostei bastante dos livros de Rothfuss. Fronteiras do Universo eu achei que teve uma ideia ótima e um excelente primeiro livro, mas não curti muito os demais. E Dragonlance é aquela coisa bem D & D - é legal, mas não posso dizer que me marcou muito. Enfim, achei ótimas as recomendações e pretendo ler o King qualquer hora dessas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também fiquei sabendo dessas histórias sobre a Bradley, mas apesar de tudo não abalou meus sentimentos pela série.
      O Fronteiras eu gostei até o final, embora tenha achado o segundo livro o melhor dos três. Ainda estou devendo a releitura para confirmação, a regra dos 10 anos.. Hehe
      E leia o King sim. Acho incrível esse jeito quebra-cabeças que ele usou na série. Gamei ^^

      Excluir
  7. Dragonlance tá colado na minha bota hoje! Tô numa ansiedade extrema pra comprar e começar a iniciar essa série! Também preciso ler As Brumas de Avalon (Shame pra mim que ainda não li). No mais, cê representou a fantasia com muito amor! Excelente, Mari!

    Um beijão!
    www.bravuraliterariablog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada :D agora fiquei até orgulhosa de mim mesma! Hehe

      SIIIM \o/ Dragonlance para todos! Já ganhei meu dia hoje pela quantidade de gente que disse que vai ler :D
      Agora, o cara que se diz fã de As Crônicas de Artur ainda não ter lido As Brumas de Avalon... tsc tsc não tem desculpa. Hahahaha Brinks. Eu to devendo As Crônicas de Artur então estamos empatados ;) Mas saiba que é uma pegada bem diferente da do Cornwell. Descobri esses dias que essa é a única série Arturiana que não retrata a Morgana como a bruxa má da história. Já fica a dica para o choque que virá, ou não. Vai que tu vira Team Morgana que nem eu? Aí montamos um clubinho. Hahaha

      Beijos

      Excluir
  8. Ok. Quem vai me dar A Torre Negra e Dragonlance de presente? :v *desvia de tomates*
    Tenho de terminar Fronteiras do Universo e ler Brumas de Avalon... Estou com os livros aqui, mas ainda nem abri... n.n' *se esconde* Quem manda comprar muito livro nas promoções? .-.'
    Gostei muito da lista, bem variada :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabrielle obrigada ^^
      Não sei como tu conseguiu não terminar As Brumas de Avalon. Me lembro que quando li foi um atrás do outro porque não me aguentava de curiosidade. Hehe
      Mas que bom tu já tá com os livros em casa, assim dá pra começar o quanto antes as leituras. ;)

      Excluir
  9. As Crônicas de Dragonlance me recomendaram inúmeras vezes depois de ter começado a ler A Roda do Tempo, acho que já está na minha hora de ler rsrs... Quanto As Crônicas do Matador do Rei, a Torre Negra e Fronteiras do Universo preciso de vergonha na cara e tempo para ler, assim como As Brumas de Avalon.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, essas santas pessoas que te recomendaram isso têm toda a razão! Hehe Iniciei A Roda do Tempo esse ano e estou simplesmente amando <3
      Dentre os outros, recomendaria começar pela Crônica do Matador do Rei, embora cada um tenha o seu charme XD

      Excluir
  10. Fronteiras do Universo é uma série sensacional. Só me surpreendi com algumas cenas mais violentas (o livro é vendido como uma literatura infanto-juvenil) e o autor faz umas reflexões ótimas.

    E como é bom ver A Torre Negra no meio de uma lista de melhores séries de fantasia. Eu só não acrescentei na minha porque eu tive que escolher 5... e esse é o problema da seleção, da escolha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Paulo, não lembro de nada tão violento assim na Fronteiras do Universo, mas pode ser porque faz tempo que li. Só que devo concordar em relação às reflexões e acho ótimo que elas sejam lidas por crianças também. :D

      Acho que de todas as postagens que vi, só achei A Torre Negra mais umas duas vezes, se não me engano. E acho isso uma pena porque a série é incrível <3 To louca pra saber como termina.

      Excluir
  11. Tá na hora d'eu criar vergonha na cara e ler Stephen King... Ia começar por ordem de lançamento, mas pensando bem, vou ler A Torre Negra primeiro e depois disso, fico por conta dos demais. A série do Phillip Pullman é uma dívida antiga minha: Li o primeiro quando era criança, mas na epoca eu nao tinha muito contato com o mundo literário, nem tinha os volumes seguintes em mãos, aí acabei esquecendo. Vou reler tudo e breve...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim Leo \o/ Comece pela Torre! Foi quase isso que eu fiz, só um livro dele fora os da Torre e não me arrependo nadinha! Depois volta e me conta o que achou?
      E quanto a Fronteiras do Universo, acho que vale muito a releitura. Estou pensando em reler em breve também, faz muitos anos que li. Acho que dessa vez vou perceber melhor as críticas e reflexões escondidas lá dentro :D

      Excluir
  12. Gostei muito das indicações :D.

    Eu tenho um certo trauma com Fronteiras do Universo, li o primeiro há muito tempo e não gostei, tanta gente fala bem que vou tentar ler de novo.

    A saga "A Torre Negra" sempre tive vontade de ler, mas nunca achei a saga completa pra comprar, preciso da um pulo no Estante Virtual ou tentar comprar separado mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Eduardo ^^
      Fronteiras do Universo me ganhou mesmo foi com o filme que me lembro de ter visto no cinema e amado. Depois que descobri que o filme tinha sido baseado em livros não sosseguei enquanto não li. Acho que uma releitura é uma boa porque vale a pena mesmo.
      Sobre A Torre Negra, eu também tinha dificuldade por causa do preço, mas aí descobri as edições de bolso da Ponto de Leitura (que usei pra ilustrar a série ali em cima). Que, na minha opinião, tem as capas mais bonitas que as originais e o preço muito mais simpático :D
      Consegui comprar a série toda de uma vez sem nenhum rombo na carteira \o/
      Desde então, sempre recomendo essas edições para os livros do King.

      Excluir
  13. Só li a série do Patrick Rothfuss dessa tua lista, mas (um dia) pretendo ler A Torre Negra. Foda é que são vários livros pra entrar na fila. haha

    desbravandolivros.blogspot.com.br/2016/06/campanha-espalhefantasia.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vagner
      Leia a Torre mesmo. É muito bom!!
      Mas depois dessa campanha teve livro furando a fila de leituras loucamente. Hahaha Quero ver organizar tudo isso depois. XD

      Excluir
  14. Meu pai do Céu, vocês querem mesmo me falir? hahaha não li nenhuma da lista, para a minha vergonha, mas elas estão na lista que nunca para de crescer. As Brumas de Avalon é a que mais me chamou a atenção, seguida de A Crônica do matador do rei, mas tenho problemas em ler uma série super comentada e elogiada, pois posso criar muita expectativa e acabar me decepcionando, assim como aconteceu com a do Martin.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro Allenylson, falir os participantes era o principal objetivo da campanha! Hahaha (embora eu realmente desconfie que seja)

      Quanto à expectativa, eu já caí nessa também. Te sugeriria que parasse de ler sobre a série e evitasse qualquer outra informação sobre ela. Hehe (é difícil, mas vai que dá para aguentar pelo menos até a leitura né?)

      Abraços ;)

      Excluir